POR QUE DENTISTAS NÃO SÃO CONSIDERADOS MÉDICOS?

POR QUE DENTISTAS NÃO SÃO CONSIDERADOS MÉDICOS (1)

Confira aqui o porque de dentistas não serem considerados médicos

Primeiramente, estimaria de expressar que não sou um odontólogo malogrado. Pera aí! !!! Eu já diz isso AQUI! !!! Essa conferência de dentistas x médicos é unicamente mas um fator para consultas e também visa ajudar o vestibulando em incerteza a preferir a sua profissão. Ou não! !!!
“Segundamente”, eu quero solicitar aos cidadãos de pouco humor ou cujos cônjuges dormiram de calça jeans que não prossigam. Eu tenho, como pequeno número de de meus melhores amigos, médicos aos quais apresentarei essa postagem.
Veja:

POR QUE DENTISTAS NÃO SÃO CONSIDERADOS MÉDICOS (4)
DENTISTAS: Pra lucrar 200 pila deve trabalhar bastante e também leva de brinde dor nas espinhaço! !!!
M�DICOS: Ganha 200 pila com uma assinatura, e também nem tem elevar a nádegas da cadeira! !!! WIN
DENTISTAS: Usualmente precisa trabalhar de albugíneo para provar estar limpinho! !!!
M�DICOS: Trabalha com nenhum gênero de roupa e também absolutamente ninguém questiona! !!! WIN
DENTISTAS: Consegue, na medida do provável, fiscalizar sua agenda. WIN
M�DICOS: Não possui dia e também nem possui hora pra ser chamado.
DENTISTAS: Raramente são responsabilizados pela morte de um paciente. WIN
M�DICOS: Vira e também mexe estão mandando o povo saber São Pedro.
DENTISTAS: Enquanto enfiam apontador nos pacientes são torturadores.
M�DICOS: Enquanto enfiam ponteiro nos pacientes são Acupunturistas. WIN
DENTISTAS: A população é possível que precisar, porém só o procura em morada enquanto está morrendo de dor. WIN
M�DICOS: A população, mesmo sem precisar, o procura após nenhum gênero de dor, por susto de passar.
DENTISTAS: Seus pacientes enquanto não ouvem suas recomendações, acabam dando mas trabalho e também renda para eles. EPIC WIN
M�DICOS: Seus pacientes enquanto não seguem suas recomendações morrem e também param de remunerar consulta! !!!
Essa foi pontualmente a oração que eu ouvi de um paciente da minha clínica privado em seguida a realização de uma cirurgia de colocação de 2 implantes na queixada, área de pré-molares e também molares. Fiquei bastante pasmo, porque eu já tinha escutado varias vezes o oposto disso. De modo infeliz, uma série bastante extensa de pacientes ainda considera a nível médica melhor ou mas preparada do que a nossa. O freguês logo me explicou que achava isso porque nos via fazendo todas e cada uma das etapas, a partir de a relembrança, anestesia, cirurgia, curativos pós-operatórios, prótese final e também comitiva. Minha reflexão foi bastante rapida. No começo me senti orgulhoso, depois me questionei. Estamos verdadeiramente no caminho correto?

POR QUE DENTISTAS NÃO SÃO CONSIDERADOS MÉDICOS (1)

Esse incidente me fez lembrar uma palestra do mentor Vicente de Souza Pinto que assisti há uns 10 anos. Explicando um caso de implante inesperado na localidade de um pré-molar superior fraturado, o mestre Vicente foi discorrendo uma imensidão de pormenores que o profissional deve levar em consideração para conseguir reabilitar uma situação como essa. Preparo pré-cirúrgico ( recordação, exames, etc), destreza e também habilidade na cirurgia para acondicionar os tecidos remanescentes, tino harmonioso e também responsabilidade no seguimento. Afinal, o mestre Vicente esclarece que varias situações da Odontologia, que parecem ser fácil, na realidade são muito mas complexas do que diversos casos de outras áreas da medicina.

Enorme diferença entre médicos e também dentistas, particularmente aqueles que fazem cirurgia, está na partilha de trabalhos. Médicos cirurgiões possui equipe de anestesistas, enfermeiros, entre muitos outros profissionais, utilizando um extensa stafe. O médico cirurgião só executa o procedimento inerente propriamente dito. As demais etapas são feitas pela equipe ou por outros profissionais da extensão da medicina. Também, a maior parte de nós dentistas não adota essa metodologia. Acabamos concentrando todas e cada uma das intervenções em um único profissional, sobrecarregando essa figura e também, de certa forma, desvalorizando a técnica utilizada no tratamento essencial.
Obviamente que não se é possível que desenvolver. Temos clínicas odontológicas maravilhosas espalhadas por esse Brasil afora, com moderníssimas metodologias de trabalho em equipe, que desarmam completamente o que eu escrevi nos parágrafos precedentes. Ou por outra, também existem os médicos “sabichões” que tratam nenhum gênero de doença, se bem que não seja da sua espaço própria. Objetivo cá não é estimular essa competição descabida entre médicos e também dentistas, porém sim pensar sobre uma correta forma de se conformar os doentes, porque a humanidade atuamos na promover de saúde, sejamos médicos ou dentistas.

De,, a nossa conduta é possível que levar a duas reflexões: somos bastante muito preparados e também treinados para resolver as várias situações dentro da nossa dimensão ou somos arcaicos e também concentradores, não sabendo trabalhar em equipe com uma boa ramificação de funções? Número reduzido de médicos parecem também tolerar desse impecilho, entretanto, eles parecem estar mas resolvidos quanto a essa partilha de funções. São complicações inerentes a nenhum gênero de nível, que envolvem bastante mas o criatura em si, sobrevivendo em meio as suas limitações de indivíduo imperfeita e também autossuficiente, do que uma metodologia de trabalho propriamente dita.

POR QUE DENTISTAS NÃO SÃO CONSIDERADOS MÉDICOS (2)
Ainda existe um incomensurável número de dentistas isolados. Aqueles que trabalham sozinhos em seus consultórios e também se arrepiam só de filosofar em acavalar uma equipe ou compartilhar pacientes. É o chamado “dentistão”! Resolve tudo e também o paciente não precisa se mudar para outros colegas. Não acredito ser esse o caminho do sucesso. Também não tenho dúvidas de que os desvantagens que resolvemos na boca de nossos pacientes são muito mas complexos do que varias situações tratadas pelos médicos. Entretanto, de modo infeliz, a nossa valorização ainda é menor. É verdade que isso vem mudando e também melhorando nos últimos anos. Porém, ao passo que continuarmos a nos desvalorizar, aceitando fazer consultas de perdão, orçamentos pífios e também evitar o trabalho inerente por especialidade, esse processo será qualquer vez mas lento.
“Se você procurar a sabedoria como numerário e também a buscar como tesouro, logo você entenderá o temor de Deus e também alcançará o conhecimento de Deus. Deveras, é Deus quem dá a sabedoria, e também da sua boca vêm o conhecimento e também o entendimento” Provérbios 2, 4-6.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *